FULLMETAL ALCHEMIST


“Edward” e “Alphonse Elric”, são filhos de um alquimista, que sem motivo aparente, foi embora de casa.

Assim como seu pai, os irmãos começaram a estudar sobre a transformação e a troca equivalente da matéria, que eles acreditavam ser a verdade da alquimia.

Após quebrarem a principal regra da alquimia, “Edward” perde seu braço direito e sua perna esquerda, enquanto “Alphonse” é selado dentro de uma armadura de metal.

Com a finalidade de recuperarem seus corpos, “Ed.” e “Al.” saem em uma jornada em busca da “pedra filosofal”, que é um artefato capaz de ampliar os poderes dos alquimistas.

Para tornar a busca pela pedra filosofal um pouco mais fácil, os irmãos deverão se tornar “Alquimistas do Estado”, que é uma divisão especial do exército.

Nessa divisão, cada soldado recebe um codinome especial. Dessa forma, “Ed.” recebe o nome de “FULLMETAL ALCHEMIST”, por causa do seu “automail”.

Conforme “Ed.” e “Al.” investigam sobre a tal pedra, verdades sombrias e terríveis vem a tona, além do aparecimento de criaturas estranhas conhecidas como “quimeras” e “Homunculus”.

Essa série possui 51 episódios.

Na minha opinião, em relação a arte, o desenho e o traço são perfeitos, assim como a trilha sonora, principalmente a primeira e quarta aberturas.

A história também é muito boa, embora a trama em determinados momentos fique um pouco monótona e complicada.

A partir do 41º episódio, a série ganha velocidade e começa a fazer sentido, mas me decepcionei um pouco com o final, achei que poderia ser melhor.

Apesar disso, “Fullmetal Alchemist” nos faz pensar sobre alguns temas como, a busca pelo conhecimento, morte, vida eterna e a criação de seres vivos a partir da ciência.

Anúncios
FULLMETAL ALCHEMIST

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s